Papa organiza encontro ecuménico com cristãos do Médio oriente

O papa Francisco convidou os líderes de todas as denominações cristãs no Médio Oriente a participarem de um encontro ecuménico de reflexão e oração pela paz, que irá decorrer na cidade italiana de Bari, junto ao mar Adriático, no próximo mês de julho. De acordo com a informação do Vaticano, esta ocasião servirá para debater a “dramática situação no Médio Oriente, que afeta tantos irmãos e irmãs na fé”.

A cidade escolhida para esta reunião é o lugar onde estão as relíquias de S. Nicolau, uma figura reconhecida no cristianismo ocidental mas também pelos ortodoxos da Síria, Iraque, Egito, Líbano da Rússia (no momento atual, um aliado da Síria no conflito civil em curso).

À primeira vista, podemos pensar que se trata de uma simples iniciativa do papa com o objetivo de contribuir para a pacificação da região. Pode até ser; contudo, convém não esquecer que foi apenas há pouco mais de quatro meses que o presidente americano, Donald Trump, reconheceu Jerusalém como capital de Israel, provocando violentas reações dos líderes muçulmanos da região e grande preocupação no líder da igreja romana. Mais ainda, Trump está a estudar a possibilidade de estar em Israel no próximo dia 14 de maio, quando a embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém for oficialmente aberta.

Portanto, este evento organizado pelo Vaticano também pode ser interpretado como uma proposta de Francisco para contrariar a elevada tensão provocada principalmente desde a Turquia até ao Irão e ao sul da península arábica.

Uma coisa é certa: dirigida por um estratega nato, Roma continua a agir em todas as casas do tabuleiro.

PARTILHE ESTE ARTIGO!

Um comentário em “Papa organiza encontro ecuménico com cristãos do Médio oriente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *