Administração Trump pode rever política de financiamento a escolas denominacionais

A Administração Trump, através do trabalho da Secretária de Educação, Betsy DeVos, está a considerar a possibilidade de alterar as regras atualmente em vigor, no sentido de remover restrições e facilitar o acesso a fundos governamentais por parte de instituições de ensino ligadas e dirigidas por denominações religiosas.

Embora a Constituição americana obrigue à separação entre estado e igreja, alguns legisladores têm expressado a sua preocupação por a legislação atual restringir desnecessariamente a participação de entidades religiosas em programas federais como ajuda financeira a estudantes.

Esta reflexão surge depois do Supremo Tribunal americano ter decidido, por uma margem de 7 a favor e 2 contra, que uma lei do estado do Missouri que proibia uma igreja de receber fundos de um programa de ajuda secular simplesmente por ser uma comunidade religiosa é inconstitucional. Com informações de Christian News Headlines e Politico.

O que podemos perceber por este caso é que se estreitam cada vez mais os laços entre estado e igreja na nação americana, algo previsto e necessário para o cumprimento profético da união que, finalmente, resultará na perseguição ao remanescente que insistirá na observância do Sábado do sétimo dia.

O cenário ainda não está totalmente montado; mas aumentam os sinais a avisar que pode não faltar muito.

PARTILHE ESTE ARTIGO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *