Pode a simples lógica demonstrar a Trindade?

Quando tentamos provar ou desmentir algo relacionado à teologia bíblica, o método tem de passar forçosa e principalmente pela revelação que as próprias Escrituras contêm. Contudo, e sem renunciar esse dado fundamental, podemos usar outros recursos, como por exemplo a lógica, para fortalecer a conclusão que é obtida pelo estudo da Bíblia. É com esta premissa que gostaria de estabelecer um raciocínio.

Apocalipse 16:13 diz: “E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs.”

Este versículo é apontado como descrevendo a falsa trindade que, no final dos tempos, se opõe ao verdadeiro Deus – enquanto a Trindade verdadeira consiste de Pai, Filho e Espírito Santo, esta falsa é constituída por dragão, besta e falso profeta.

Em detalhe, temos o seguinte:

1. O dragão (Satanás) é a contrafação do Pai, querendo ocupar o lugar igual a Deus – “Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo.” Isaías 14:14.

2. A besta (que sobe do mar, o papado romano) é a contrafação do Filho, querendo derrubar Cristo do seu lugar – “E se engrandeceu até contra o príncipe do exército.” Daniel 8:10, 11.

3. O falso profeta (protestantismo apostatado, da besta que sobe da terra, nos EUA) é a contrafação do Espírito Santo, apresentando espíritos de demónios (espiritismo) – “E faz grandes sinais…” Apocalipse 13:13. “… O falso profeta, que … fizera os sinais…”Apocalipse 19:20.

Agora, usando de lógica simples, perguntamos: existe alguma contrafação de uma contrafação? Certamente que não! Apenas existe contrafação daquilo que é genuíno!

Assim sendo, por que razão a contrafação de Apocalipse 16:13 não tem apenas uma ou duas figuras? Por que razão não tem apenas uma figura, outra que é gerada da primeira e outra que é representante da gerada?

Então, por que razão essa contrafação tem justamente três figuras? Por dedução lógica, se a contrafação da Divindade apresenta três figuras (dragão, besta, falso profeta), quantas Pessoas deverá ter a Divindade verdadeira? A resposta apenas pode ser: três (Pai, Filho e Espírito Santo).

Reforçando e concluindo: se a contrafação apresenta três figuras, isso indica claramente que o original também tem três figuras (no caso, Pessoas). Tem lógica?

PARTILHE ESTE ARTIGO!

11 comentários em “Pode a simples lógica demonstrar a Trindade?

  1. Muito pertinente o comentário em tela, irmão Felipe. Tem-se visto um trabalho ardoroso, ultimamente, para reduzir ou eliminar a importância e a autoridade do Espírito Santo no mundo.
    Traga mais estudos sobre este tema, por favor.
    Muito obrigado a vossa pessoa. Deus o abençoe ricamente com discernimento, sabedoria e nos ajude.

  2. Perdoe-me, amigo, porém o Livro do Apocalipse não tem qualquer afirmação desse tipo. Ademais, se for utilizada a lógica, a Trindade viola o princípio da identidade, isto é, ou algo é um ou algo é três. De todo modo, respeito sua opinião.

    1. Caro senhor o seu princípio de identidade não está consistente. Por algo ser denominado de um/uma não pode ser composto por mais de uma “unidade”. Então quando você se refere a UMA família, ou UM povo, UMA nação não está claramente entendido como mais do que um indivíduo? Se você se referir por exemplo á família Silva está a incluir a mãe, o pai, os filhos, os netos, os avós e por aí fora, compreende?

    2. Olá, boa noite.

      Claro que não viola. Um ovo não são três ovos, mas um ovo são três elementos (gema, clara e casca); você retira um e deixa de ter ovo. Um casamento não são dois casamentos, mas um casamento são duas pessoas; você retira uma e deixa de ter casamento. Portanto, não vejo dificuldade alguma em três Pessoas serem um Deus.

      Abraço.

  3. Estou estudando esse assunto e percebo que esta “lógica” pode ser válida tanto para Trinitarianos como para não Trinitarianos já que ambos crêem na existência do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

    1. Olá Ivete.

      Creem sim na existência de Pai, Filho e Espírito Santo; mas não creem como Pessoas distintas.

      Aliás, frequentemente, antitrinitarianos chegam ao ponto de negar a pré-existência de Jesus, tal como o Pai, o que desde logo abala a Sua divindade.

      Abraço.

  4. Olá, achei muito interessante a abordagem lógica que vc propôs sobre a nossa doutrina da trindade, embora eu também tenha uma dúvida lógica sobre o assunto, e gostaria de saber, o que você acha:

    O Espírito Santo na doutrina da trindade que acreditamos, é descrito como a terceira PESSOA da trindade, então logicamente, quando falamos que Ele é uma PESSOA podemos afirmar que podemos falar com Ele e obviamente Ele conosco, mas aí está o problema, não recordo em nenhum momento do texto bíblico em que o Espírito Santo fale de PESSOA (Ele) para PESSOA (Nós) na Bíblia (FACE a FACE), é claro que Ele fala e nos impressiona espiritualmente, disso não há dúvida, mas cm Deus (Pai) em Mateus 3:17 e Deus (Jesus) (Bíblia Toda) não vemos nenhuma situação assim igual para Deus (Espírito Santo)!

    O que você acha? Têm lógica?

    1. Olá Joselito.

      Penso que isso é uma não questão. Em Mateus 3:17 Deus Pai não está a falar diretamente para o povo; Ele está a fazer uma declaração, um pronunciamento acerca de Cristo.

      O Espírito Santo é uma Pessoa, tudo bem; agora, por ser uma Pessoa, isso não O obriga a falar, a ter qualquer intervenção que nós achamos que deveria ter.

      Veja bem, isso seria o mesmo que dizer: se Deus Pai é uma Pessoa, então ele tem de ou pode alimentar-se; por que razão não vemos Ele a alimentar-se na Bíblia? Pois bem, como Ele tem a vida em Si mesmo, Ele não tem as mesmas necessidades que nós temos. Portanto, Ele não pode nem deve ser aferido conforme o nosso padrão. O Espírito Santo a mesma coisa.

      Abraço.

  5. Muito bom começar o dia com os comentários da lição da ES.
    Sou muito grata a Deus por tamanho privilégio de , por intermédio de Jesus Cristo poder pertencer à Sua família celestial. Muito agradecida Pr Felipe Reis pelos comentários tão bem explanados e propícios. Bom dia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *